Castro Barros vence decisão histórica na mais alta corte do Brasil

20 de setembro de 2011

Castro Barros Sobral Gomes Advogados ajudou a fabricante japonesa Konica Minolta a ganhar um caso histórico contra um fabricante brasileiro que foi acusado de renovação e re-venda de peças de suas máquinas de fotocópia, sem permissão.

No primeiro julgamento deste tipo emitido pelo Superior Tribunal de Justiça do Brasil, o tribunal decidiu que o fabricante local, Ativa, teria de pagar uma indenização a Konica por violação de marca e concorrência desleal, sem pedir a empresa japonesa para provar a extensão dos danos causados.

Baixar pdf